Informação para a Indústria de Construção Civil, Obras Públicas e setor mineiro

“O aluguer é um negócio de pessoas e as pessoas são a chave para o sucesso da nossa indústria”

Entrevista com Michel Petitjean, secretário-geral da European Rental Association (ERA)

David Muñoz24/05/2023

Nos dias 7 e 8 de junho, o MECC recebe em Maastricht (Holanda) a Convenção 2023 da European Rental Association (ERA), o grande ponto de encontro das empresas europeias de aluguer de equipamentos, para analisar a situação do setor e discutir como enfrentar os novos desafios. Este ano, o evento volta a realizar-se em paralelo com as feiras IRE e APEX, e acolhe os European Rental Awards.

Entrevistámos Michel Petitjean, secretário-geral da ERA, para saber os motivos pelos quais nenhum locatário deve faltar a este encontro e para aprofundar o grande momento que esta indústria atravessa na Europa.

Michel Petitjean, secretário-geral da European Rental Association (ERA)
Michel Petitjean, secretário-geral da European Rental Association (ERA).

Como estão os preparativos para a Convenção deste ano em Maastricht?

Estão a ir muito bem. Temos um programa muito abrangente, organizado em torno de um line-up muito forte de palestrantes que abordarão as questões-chave para a indústria no que às pessoas diz respeito. As inscrições estão a chegar muito rapidamente, o que significa que a Convenção deste ano pode lotar mais cedo que o habitual.

Quais serão as principais atrações desta edição?

Estamos muito entusiasmados por abordar o tema 'Investir nas Pessoas', culminando com uma apresentação inspiradora do especialista em recrutamento Nicklas Pyrdol. A celebração da Convenção em conjunto com os salões IRE e APEX torna também este ano especial, sem esquecer o cocktail e jantar dos European Rental Awards no final do primeiro dia da Convenção, que são sempre uma grande ocasião para celebrar as coisas boas que fazemos como indústria e também para passar um bom momento com amigos e colegas.

Por que escolheu nesta ocasião o lema 'Investir nas pessoas'?

O aluguer é um negócio de pessoas e as pessoas são a chave para o sucesso da nossa indústria. É algo em que trabalhámos no passado, mas estamos cada vez mais a perceber, pelos nossos parceiros, que investir em pessoas é um componente essencial para a sustentabilidade do setor. Isto significa atrair as pessoas que o setor precisa e reter, desenvolver e nutrir as pessoas que já nele trabalham. Mas também é necessário chegar às mulheres, minorias e gerações mais jovens que normalmente não estão bem representadas neste setor.

Por que razão nenhum profissional do setor pode faltar a esta Convenção?

A Convenção ERA reúne mais de 300 das principais vozes de locadoras europeias e fornecedores do setor para fazer networking, aprender e partilhar conhecimento. É o principal evento para a indústria europeia de aluguer de equipamentos e é uma oportunidade única para que as pessoas aprendam com os seus colegas de profissão, adquiram conhecimento sobre os principais tópicos que podem ajudá-los nas suas vidas profissionais e descubram novas soluções para os seus negócios.

A Convenção ERA deste ano será realizada nos dias 7 e 8 de junho, no MECC de Maastricht, e terá como tema central 'Invest in people'...

A Convenção ERA deste ano será realizada nos dias 7 e 8 de junho, no MECC de Maastricht, e terá como tema central 'Invest in people'.

O que significa para a ERA poder celebrar esta edição em conjunto com as feiras IRE e APEX?

Já se passaram seis anos desde a última vez em que a Convenção ERA se realizou em conjunto com os certames IRE e APEX. Depois das edições de 2017, as feiras de 2020 foram canceladas devido à pandemia de Covid-19. Portanto, esta é realmente uma oportunidade única de conhecer fabricantes de equipamentos e outros fornecedores do setor do aluguer, descobrir novos produtos e serviços e discutir os principais problemas do setor, tudo sob o mesmo teto e em apenas três dias. A pandemia mostrou que nem sempre podemos dar como certas as edições futuras, por isso devemos aproveitá-las ao máximo quando elas acontecem.

Como definiria o momento que a indústria europeia do aluguer de equipamentos vive atualmente?

Como em qualquer setor, a pandemia do Covid-19, seguida pelo aumento da inflação e dos preços da energia, criou um ambiente de negócios muito desafiador. No entanto, vemos no nosso Relatório de Mercado que o setor europeu do aluguer está numa posição forte e, a longo prazo, acreditamos que irá beneficiar da incerteza económica, uma vez que esta atividade substituirá muitas vezes a compra de maquinaria devido às crescentes pressões de preços e mudanças constantes em tecnologia e regulamentação.

Poderia dar-nos alguns números que ilustrem a dimensão desta indústria na Europa?

O mercado europeu do aluguer de equipamentos registou um forte crescimento (7,9%) em 2021, embora estimemos que tenha abrandado para 4,1% em 2022 devido ao aumento dos preços da energia, inflação e taxas de juro. Isto colocaria o mercado em cerca de 24,6 mil milhões de euros em 2021 e cerca de 25,7 mi milhões de euros em 2022. O ERA/IRN RentalTracker do quarto trimestre de 2022 confirma que a confiança das empresas está a enfraquecer um pouco, embora o saldo permaneça positivo.

Existem muitas diferenças entre os diversos países?

Todos os mercados de aluguer são diferentes e têm vários níveis de maturidade, portanto, de ano para ano, há sempre uma grande variedade de rendimento entre cada país. Em 2021, após o impacto desigual da pandemia de Covid-19, o crescimento variou de 11,5% em França a 2,1% na Noruega. Em 2022, a diferença no nível e impacto da inflação e dos preços de energia certamente se irá refletir no nível de crescimento de cada país.

Nos seus relatórios de mercado, a ERA analisa a evolução que o aluguer está a assumir na Europa segundo vários parâmetros...

Nos seus relatórios de mercado, a ERA analisa a evolução que o aluguer está a assumir na Europa segundo vários parâmetros.

Para 2023, mantem-se a previsão de crescimento de 3,3% na Europa?

É difícil fazer prognósticos para o mercado de aluguer em circunstâncias tão desafiadoras, mas ainda não há indicação que nos leve a considerar uma grande variação da percentagem que apresentamos no nosso Relatório de Mercado de 2022. Apresentaremos uma previsão revista na nossa Convenção de junho. Lá, veremos se alguma coisa mudou.

Que novas ações a ERA tomou para promover a indústria de aluguer?

Ultimamente, temos trabalhado muito para apoiar as locadoras com diferentes ferramentas e recursos para ajudar a fortalecer os seus negócios. Estes incluem o relatório 'Impacto da digitalização', 'Guia de segurança cibernética', 'CSR KPI' e 'Sustainable Supplier Framework'. Temos também promovido os benefícios financeiros, operacionais e de sustentabilidade do aluguer com o nosso guia 'Descubra o Renting', com o cartaz 'Razões para Alugar', com o 'Manifesto dos Benefícios Ambientais do Aluguer', com a 'Calculadora de CO2 de equipamentos' e com uma grande variedade de vídeos (disponíveis no nosso canal no YouTube), além de promover a inclusão do aluguer na taxonomia de atividades sustentáveis da UE. Desde 2021, também gerimos a Global Rental Alliance, o que significa que beneficiamos da partilha de conhecimento e insights para promover a indústria dos nossos colegas em todo o mundo.

A promoção é algo em que estamos a investir cada vez mais e, de facto, também anunciaremos um grande evento promocional para a indústria ainda este ano.

Falemos de duas megatendências: sustentabilidade e digitalização. Em relação à primeira, como é que a indústria de aluguer pode reduzir a pegada de carbono?

Em 2019, publicámos um estudo independente que constatou que o aluguer pode levar a uma economia de emissões de 30% ou mais ao usar equipamentos de construção, graças a fatores como a intensidade de utilização, ao uso do equipamento certo para cada trabalho, ao transporte otimizado da entrega e do levantamento dos equipamentos e boa manutenção. Isto deu origem à Calculadora de CO2 de equipamentos, que permite que as partes interessadas façam escolhas mais sustentáveis. Outro benefício importante do aluguer tem que ver com o 'orçamento de carbono'. Os proprietários de equipamentos 'herdam' toda a pegada de carbono do equipamento, enquanto as empresas de aluguer permitem que essa pegada seja amortizada entre vários utilizadores.

Pelo que diz, avalia positivamente o 'Equipment CO2 Calculator' lançado pela ERA há dois anos, correto?

A Calculadora de CO2 de Equipamentos constitui um trabalho contínuo desde o seu lançamento em 2021, como sempre foi pretendido. A primeira versão era um protótipo a ser desenvolvido de acordo com as necessidades dos stakeholders dos equipamentos e é isso que estamos a fazer. Dito isto, vemos que já está a ser amplamente utilizada em todo o mundo e a gerar um interesse crescente. Está prevista para breve uma atualização importante, que inclui cálculos de grupo (obra ou frota), ferramentas portáteis, inclusão de unidades modulares e máquinas híbridas..., o que a tornará um instrumento muito mais completo.

A ERA produziu recentemente o relatório 'O impacto da digitalização na indústria de aluguer de equipamentos'
A ERA produziu recentemente o relatório 'O impacto da digitalização na indústria de aluguer de equipamentos'.

E quanto à segunda… quais são as principais conclusões do seu estudo 'O impacto da digitalização na indústria de aluguer de equipamentos'?

A principal conclusão do relatório é que a digitalização está a transformar o negócio das locadoras e que estas não devem ignorar essa transformação. A realidade é que as empresas de aluguer são todas diferentes, portanto, o impacto e os potenciais benefícios da digitalização variam. O objetivo do guia é realmente aumentar a conscienlização sobre a digitalização entre todas as locadoras na Europa em relação aos desafios, oportunidades e benefícios da digitalização, bem como fornecer orientação sobre como começar e desenvolver o processo de transformação digital.

Que papel já desempenham conceitos como o BIM ou a cibersegurança no setor?

A cibersegurança é realmente algo a que as empresas de aluguer devem prestar atenção, pois pode ser uma grande ameaça à sua capacidade de realizar negócios. Os locatários enfrentam muitas das mesmas ameaças que outras empresas, mas existem fatores exclusivos deste setor, como um alto nível de consolidação, ataques direcionados especificamente a clientes de aluguer e o uso de equipamentos telemáticos.

O nosso guia de cibersegurança define o alcance das intervenções em toda a empresa, identifica os elementos principais de uma estratégia bem-sucedida e descreve as práticas recomendadas que os líderes do setor estão a adotar atualmente. Há também um 'Roadmap' para uma boa segurança cibernética que abrange processos, pessoas, tecnologia e infraestrutura para empresas em todos os níveis de maturidade em cibersegurança.

A mensagem principal é que as ameaças cibernéticas só podem aumentar, então todas as empresas devem fazer algo para proteger os seus negócios contra elas.

A boa notícia é que, embora uma boa cibersegurança possa exigir investimentos significativos, o maior progresso e as vitórias podem vir de medidas de baixo custo que tenham em consideração os fundamentos de uma boa segurança cibernética.

Quais serão as principais linhas de trabalho da ERA em 2023?

Em consonância com o lema da Convenção ERA deste ano de 'Investir nas Pessoas', trabalharemos significativamente na promoção da indústria como empregadora, bem como na observação de como as práticas de saúde e segurança podem ser melhoradas. Continuaremos o nosso trabalho em sustentabilidade com a Calculadora de CO2 de equipamentos atualizada e o relatório revisto de KPI de CSR.

Desafiadas por novos regulamentos de carbono, as principais empresas de aluguer estão a recorrer à ERA para preparar pontos de referência e um standard da indústria.

Por fim, como já referido, iremos lançar um grande evento de promoção desta indústria em todo o continente, cuja data anunciaremos brevemente.

Imagen

Como espera que a indústria de aluguer evolua este ano? Continuará fortemente condicionada por fatores como a guerra na Ucrânia, a inflação, as tensões de oferta?

É impossível ignorar os desafios e incertezas decorrentes da guerra na Ucrânia, da inflação e dos problemas de abastecimento. Estamos confiantes de que o nosso setor está numa posição forte daqui para frente, mas estamos sempre a procurar como podemos ajudar os nossos associados a criar resiliência às pressões financeiras.

Olhando para o futuro, a transição verde é uma grande oportunidade, pois a nossa indústria é inerentemente sustentável e, como costuma acontecer, uma crise pode transformar-se numa oportunidade. Não há dúvida de que o aluguer liberta capital e outros recursos para que os clientes de aluguer se dediquem ao seu negócio principal.

REVISTAS

Siga-nos

NEWSLETTERS

  • Newsletter EngeObras

    05/06/2024

  • Newsletter EngeObras

    22/05/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

engeobras.pt

Engeobras - Informação para a Indústria de Construção Civil, Obras Públicas e setor mineiro

Estatuto Editorial