Informação para a Indústria de Construção Civil, Obras Públicas e setor mineiro

Epiroc inaugura centro de serviços em Portugal

António Barbosa02/03/2023

Localizado na zona industrial de Aljustrel, este novo espaço permite à Epiroc oferecer maior eficiência e otimização dos serviços prestados aos seus clientes. Além das operações de mecânica, manutenção e peças, pode-se ainda aceder à formação especializada em equipamentos e soluções para exploração mineira.

Cerimónia de inauguração do centro de serviços da Epiroc, em Aljustrel

Cerimónia de inauguração do centro de serviços da Epiroc, em Aljustrel.

Com uma área total de 10 mil m2 (cobertos e exteriores), o novo centro de serviços da Epiroc reforça a presença da empresa na zona sul do país. A cerimónia de inauguração teve lugar no dia 2 de março e contou com a presença de mais de 70 representantes das principais empresas de construção portuguesas.

Participaram no evento mais de 70 decisores das principais empresas de construção portuguesas
Participaram no evento mais de 70 decisores das principais empresas de construção portuguesas.
Em declarações à EngeObras, o diretor-geral da Epiroc Ibéria, Jaime Huidobro, assinalou a clara aposta no mercado luso, representando uma “mudança em relação ao futuro” da empresa. As novas instalações permitem “duplicar” a capacidade de negócios sendo que, hoje em dia, a indústria mineira está “a crescer e a evoluir tecnologicamente e as minas portuguesas estão claramente a dar esse passo, nomeadamente apostando em novas máquinas e em maior automatização e digitalização”.
Intervenção de Jaime Huidobro, diretor geral de Epiroc Iberia

Intervenção de Jaime Huidobro, diretor geral de Epiroc Iberia.

Este responsável acrescenta ainda que, face aos desenvolvimentos recentes, a Europa percebeu que não pode continuar a “estar dependente de minérios vindos de países terceiros” e estes recursos existem em solo europeu. Huidobro garante que a indústria mineira europeia conta com “recursos modernos, tecnologicamente avançados e com maior segurança e proteção ecológica”, voltando a dar o exemplo português ao referir que as empresas nacionais estão a modernizar-se introduzindo novos padrões de segurança, e “máquinas com maior conectividade e tecnologicamente avançadas”.

O centro de serviços Epiroc tem capacidade de resposta para operações de mecânica, distribuição de peças, reparação e manutenção de equipamentos junto dos principais clientes, o que se traduz, segundo Jaime Huidobro, em “reparações mais eficientes, mais céleres” e consequentemente numa maior otimização dos recursos.

Corte de fita protocolar...
Corte de fita protocolar. Da esquerda para a direita: Jaime Huidobro, diretor-geral da Epiroc Iberia, Sebastián Bengoechea, diretor de negócios da Parts & Services de Epiroc Ibéria, e Luis Araneda, presidente da Divisão de Peças e Serviços da Epiroc a nível mundial.

Treino, a nova ‘mais-valia’

O novo centro visa também prover formação profissional aos operadores dos equipa-mentos Epiroc. Esta opção permite “acrescentar” uma mais-valia que vai além da simples “venda de equipamentos”. As máquinas “são tecnologicamente avançadas, mas também são caras, e há que retirar delas o maior proveito e rentabilidade possível e, para isso, é preciso dar formação, treino e apoio” como refere Sebastián Bengoechea, diretor de negócios da Parts & Services de Epiroc Ibéria.

Neste âmbito, pode-se referir por exemplo, o 'boomer simulador' que possibilita treinar o operador em situação simulada em ambiente de mina. O treino `tradicional` era feito presencialmente no local da mina, com a máquina e um colega mais experiente ao lado chamado de 'formação com colega'. Numa carreta de perfuração, a formação de um novo operador pode demorar de quatro a seis semanas. Além disso, quaisquer erros de perfuração feitos por um operador em formação podem causar dificuldades na detonação, causando irregularidades nas paredes e na base da mina.

O novo 'boomer simulador', da Epiroc, foi uma das estrelas do evento
O novo 'boomer simulador', da Epiroc, foi uma das estrelas do evento.
Com o simulador, evita-se este tipo de constrangimentos. Não há atrasos na obra real e, mais importante, previne eventuais acidentes de trabalhos. O layout e a funcionalidade da cabine criam uma representação extremamente realista dos túneis de mineração subterrânea nas posições da cabine relativas ao para-brisa e à janela traseira, tornando o treinamento com uso do simulador ainda mais realista. O primeiro modelo do 'boomer simulador' da Epiroc foi desenvolvido há 15 anos sendo que a sua mais recente versão inclui o treino de condução da máquina em ambiente de mina.

REVISTAS

Siga-nos

NEWSLETTERS

  • Newsletter EngeObras

    05/06/2024

  • Newsletter EngeObras

    22/05/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

engeobras.pt

Engeobras - Informação para a Indústria de Construção Civil, Obras Públicas e setor mineiro

Estatuto Editorial