Manain Elevació, S.L.U
Informação para a Indústria de Construção Civil, Obras Públicas e setor mineiro

Obras Públicas: Ferrovia de alta velocidade

IP e Governo apresentam projeto de nova linha de Alta Velocidade Porto - Lisboa

29/09/2022

Decorreu ontem de manhã, a apresentação pública do projeto da nova linha ferroviária de Alta Velocidade Porto – Lisboa. Numa cerimónia que contou com a presença do Primeiro-Ministro, António Costa, do Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, e do Presidente e do Vice-Presidente do Conselho de Administração Executivo da IP, Miguel Cruz e Carlos Fernandes, a apresentação foi realizada pela Infraestruturas de Portugal (IP) na estação de Porto – Campanhã, estação ferroviária que servirá a futura linha de Alta Velocidade.

foto
O projeto pretende aumentar a capacidade e competitividade do sistema ferroviário nacional, reforçar a conetividade territorial e potenciar a descarbonização do setor dos transportes.

A construção de uma nova linha ferroviária de Alta Velocidade, ligando as duas áreas metropolitanas do Porto e de Lisboa, é um projeto previsto no Plano Nacional de Investimentos 2030 (PNI 2030). A IP é a entidade promotora do projeto e está desde 2021 a atualizar a documentação técnica existente, estimando-se que no primeiro semestre de 2023 sejam lançados os primeiros concursos para contração de empreitadas.

O projeto de Alta Velocidade tem como objetivos fulcrais o aumento da capacidade e competitividade do sistema ferroviário, o reforço da conetividade territorial alargada a todo o país e a descarbonização do setor dos transportes. Um dos principais benefícios decorrentes do futuro serviço de Alta Velocidade é a redução significativa dos tempos de percurso. Será concretizado de forma faseada, ajustada à capacidade financeira do país, garantindo a disponibilidade imediata dos benefícios que a realização de cada uma das fases oferecerá aos utilizadores do transporte ferroviário.

Características gerais do projeto

A futura linha que irá ligar Porto - Lisboa será em via dupla, adequada para Alta Velocidade. As atuais estações ferroviárias existentes ao longo do percurso serão adaptadas, não só para acomodar as composições dedicadas à Alta Velocidade mas também para a disponibilização de novos serviços adequados aos passageiros. O projeto prevê ainda a construção de uma nova estação ferroviária em Vila Nova de Gaia.

A concretização final do projeto irá permitir uma redução do tempo de viagem entre as duas cidades, das atuais 2h49 do serviço Alfa Pendular para apenas 1h15 numa viagem sem paragens.

foto

Os benefícios decorrentes da Alta Velocidade alargam-se a todo o território nacional e não só às cidades atravessadas pela nova Linha, permitindo encurtar significativamente os tempos de viagem também para o interior do país.

Em 2028, com a concretização da primeira fase do Projeto, os passageiros poderão beneficiar de uma redução de 40 minutos na sua viagem entre Porto e Lisboa.

A criação de uma linha de Alta Velocidade, ligando as áreas metropolitanas do Porto e de Lisboa, constituirá um impulso muito significativo para o reforço da capacidade e da qualidade da Rede Ferroviária Nacional, promovendo a coesão territorial e a sustentabilidade ambiental do sistema de transportes.

Consulte a apresentação completa aqui.

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

engeobras.pt

Engeobras - Informação para a Indústria de Construção Civil, Obras Públicas e setor mineiro

Estatuto Editorial