Informação para a Indústria de Construção Civil, Obras Públicas e setor mineiro

Como reduzir o uso de água na construção e manutenção de escolas

18/05/2022

A água é um dos recursos naturais essenciais à vida, este líquido vital é parte crucial da adaptação às mudanças climáticas, e é o elo entre a sociedade e o meio ambiente. Por isso, todos os intervenientes da sociedade devem estar atentos a este importante recurso, implementando estratégias para preservá-lo cada vez mais. Para começar, apresenta-se o caso das escolas ou centros educacionais, que devem ser os pioneiros e servir de exemplo do uso correto da água. Fique a saber quais são os benefícios de usar este recurso de forma eficiente na construção e manutenção de centros escolares.

Uso eficiente de água nas construções

No momento de iniciar uma construção, se não forem instalados sistemas para reduzir o consumo excessivo deste recurso vital, milhões de litros de água podem ser desperdiçados. Vivemos, atualmente, momentos de alguma contenção, pelo que a Selectra aconselha a que se leve em consideração, o uso de ferramentas eficientes que são cada vez mais importante para reduzir as contas de água, não apenas pela parte financeira como também ambiental.

Entre as soluções que os especialistas da construção podem usar para evitar o desperdício de água, destacam-se: o uso de mangueiras seguras, reciclagem de água em circuito fechado ou outros métodos que extraem poeiras, e até implementar técnicas de construção para que, na medida do possível, as construções sejam sustentáveis.

foto

Práticas escolares a favor da água

As escolas devem incutir nos alunos práticas que promovam o uso eficiente da água. O portal Performance Services partilha sete estratégias para reduzir o consumo dentro dos centros escolares:

1. Bebedouros com aeradores de torneira

Em muitas ocasiões, os bebedouros são uma boa opção para quem leva e enche um recipiente reutilizável. As escolas devem instalar bebedouros com torneiras economizadoras de água mais conhecidas como aeradoras, pois estas diminuem a quantidade de água que sai. Os aeradores podem reduzir o consumo de água em 30% a 50%.

2. Instalação de autoclismos com descarga eficientes

Colocar estes tipos de equipamento ajuda a poupar água de forma considerável, já que uma descarga sanitária normal utiliza o dobro de litros de água por descarga, quando comparada com opção de descarga eficiente.

3. Detetar e consertar fugas

Muitas vezes o desperdício de água deve-se a conexões mal instaladas. Uma torneira a pingar pode desperdiçar 5 garrafões de por dia, somando até 3.000 garrafões por ano.

4. Adotar políticas de conservação de água

As escolas devem ser os principais locais onde o uso eficiente da água deve ser incutido nos alunos, professores e administrativos, e praticar este pensamento todos os dias.

5. Promover o uso de garrafas reutilizáveis

Com o objetivo de reduzir o desperdício de plástico e incentivar todos a conservarem os recursos hídricos, é necessário que a cultura de garrafas ou garrafas térmicas reutilizáveis seja promovida nas escolas.

6. Instalação de medidores de água inteligentes

Estes contadores fornecem informações detalhadas sobre os padrões de uso e podem detetar fugas e sistemas ineficientes enquanto monitorizam o uso para baixar custos e reduzir o consumo em até 27%.

7. Aproveitar e usar a água da chuva

A água da chuva pode ser uma boa ideia para dar-lhe um segundo uso. Por exemplo, nas escolas, e até em casa, pode ser reutilizada para regar jardins, limpar algumas áreas e também para substituir as descargas feitas pelo autoclismo.

Benefícios da redução do uso de água nas escolas

Sabia que 6% de todo o uso de água em instalações comerciais e institucionais ocorre nas escolas? Quando uma construção deste tipo sabe usar a água, os edifícios tornam-se eficientes, os custos também são reduzidos e há um equilíbrio nos aspetos ambientais, sociais e económicos. 

Aqui estão outros benefícios de edifícios que sabem como usar a água:

  • Poupança de custos: usar menos água pode reduzir os custos operacionais em 11%.
  • Poupança de energia: reduzir o uso de água pode diminuir o uso de energia em 15%. Portanto, menos energia vai ser necessária para processar, fornecer e aquecer a água, resultando na redução da poluição do ar.
  • Redução do stress sobre os recursos naturais: as práticas de conservação da água podem diminuir o uso da água em 10%, ajudando a minimizar os efeitos da seca e da escassez de água ao longo do tempo.

Hoje em dia existem construções que apenas têm o nome de sustentáveis, mas isso deve ser levado em conta pela forma como os recursos são utilizados na construção e no momento de operar.

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

engeobras.pt

Engeobras - Informação para a Indústria de Construção Civil, Obras Públicas e setor mineiro

Estatuto Editorial